Capa da Publicação

Guardiões da Galáxia – Glenn Close, a Nova Prime, defende James Gunn!

Por Lucas Rafael

A demissão do diretor James Gunn ainda está dando muito o que falar. Após a Disney demitir Gunn graças a uma série de Tweets infelizes, o elenco da franquia Guardiões da Galáxia, que ele ajudou a estabelecer nos cinemas, tem saído em sua defesa. Agora, chegou a vez de Glenn Close, que interpreta Nova Prime, falar sobre o ocorrido em uma entrevista com a Empire Magazine.

Embora a personagem de Close possa estar morta após o ataque de Thanos a Xandar, a atriz relembrou com carinho seu trabalho junto do diretor James Gunn:

“Aquilo foi tipo voltar para minha infância. Primeiramente, sempre quis estar em um filme como aquele, então fiquei feliz em ser chamada. E estar em uma sala na qual tinha uma grande sala de controle, a guerra do lado de fora, mas realmente não tinha nada ali, só um cara com um grande poste e uma bola de tênis e eles diziam, ‘Olhe para a bola e imagine.’ E eu pensei, ‘Posso fazer isso! Posso fazer isso! É fácil.’ Foi tão divertido. E tenho de dizer, James Gunn era fantástico. Ele era amável. E o que eu pensei ser extraordinário sobre ele é que em um filme que foi desenhado de maneira louca, já que você conta com tantos efeitos especiais, nunca senti que estava sendo empurrada em direção a algo que já foi trabalhado naquele sentido, de alguma maneira.”

Quando questionada sobre a polêmica envolvendo Gunn, Close respondeu o seguinte:

“É difícil pensar nos filmes sem ele. É triste. E isso traz à tona, eu acho, alguns problemas delicados sobre este movimento. Falo sobre isso com cada mulher que converso pois quero saber o que as pessoas sentem, sabe? É isso que as pessoas realmente devem estar fazendo? Especialmente neste caso, alguém que é conhecido por arruinar pessoas por algo que escreveram em um contexto totalmente diferente, o que, 12 anos atrás? O que vamos fazer, voltar para o passado e ter certeza que tudo que falamos foi politicamente correto? Quem consegue viver assim? Sinto que existe algo errado sobre isso.”

Close continuou:

“Somos criaturas bem falhas. Olhe o que estamos fazendo com o nosso próprio mundo. É uma questão sobre a qual eu estava discutindo com alguém noite passada – você tem alguém que realmente possui a energia criativa para fazer algo como Guardiões da Galáxia. Ele é um ser humano falho. Ele era um, sabe, babaca arrogante no passado, e estava falando coisas para provocar as pessoas. Isso nega ele como um artista? Acho que não. Pessoalmente, acho que não. Do contrário, estamos derrubando prédios e pinturas – sabe, tirem todos os Picassos, ele tratava as mulheres de maneira horrível. Se isso for uma evolução cultural duradoura, que é uma grande mudança… Temos que considerar a natureza humana.”

E aí, o que achou das opiniões de Close sobre a polêmica demissão de James Gunn? Comente!

Abaixo, você confere uma galeria com os bastidores de Vingadores 4:

Via: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais