Capa da Publicação

Dragon Ball Super – Filme tornará oficial mudança recente nos Super Saiyajin!

Por Felipe Vinha

Dragon Ball Super: Broly, novo filme da saga de Akira Toriyama e também continuação oficial do recente anime, trará uma mudança drástica em como os Super Saiyajin fazem para se transformar. Na verdade, esta mudança já havia aparecido em Dragon Ball Super, mas não de maneira “oficial”.

Explicamos: a mudança referida é a “coceira nas costas” que os Saiyajin sentem ao se transformarem em Super Saiyajin, concentrando seu poder também nas costas. Esse método é explicado por integrantes do Universo 6, um universo paralelo dentro da história da saga, e não sabíamos se ela valeria para todos, daqui em diante.

Contudo, Tatsuya Nagamine, diretor do filme, revelou a novidade em uma entrevista no site oficial da série, em japonês. Ele revelou que o poder do Super Saiyajin fica, de fato, concentrado nas costas, ainda que não tenha detalhado os motivos.

Disse ainda:

“O anime de Dragon Ball estava muito certinho, queríamos trazer coisas novas aos elementos, como transformações, Kamehameha, etc, usando ainda métodos de animação modernos. Ainda que a ideia pareca aleatória, ela será oficializada no filme”.

De uns tempos para cá, a produção de Dragon Ball tem explicado mais elementos clássicos da saga. Em outra ocasião, Akira Toriyama inventou que o nível de poder de um Super Saiyajin dependia de quantas Células-S o Saiyajin possuía. Estas e outras novidades devem ser, enfim, exploradas durante o longa-metragem.

Veja imagens de Dragon Ball Super: Broly em nossa galeria:

Dragon Ball Super: Broly está programado para chegar aos cinemas japoneses em 14 de dezembro e chega ao ocidente em janeiro, começando pelos EUA. No Brasil o filme ainda está sem data.

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha