Capa da Publicação

Arrow: 6×21 – Última chance para se redimir!

- – A temporada se encaminha para seu fim e, agora, todos os peões estão em suas posições.

Por Felipe Vinha → Nas últimas críticas de Arrow, chutei que Oliver Queen poderia passar, em breve, por um “momento Homem de Ferro”, relembrando o primeiro filme do personagem, onde Tony Stark simplesmente fala “dane-se” e assume sua identidade secreta em público. De fato, o capítulo 21 desta temporada, “Docket No. 11-19-41-73“, chegou bem perto de uma situação assim, mas o ex-prefeito de Star City também deixou clara sua posição.

Durante seu julgamento, defendido por Jean Loring, Oliver estava ficando sem opções, até que alternativa de se revelar como o Arqueiro Verde fosse colocada na mesa. Porém, quando você pensa que “agora vai”, o personagem deixa claro que nunca fará isso, de maneira veemente, com o objetivo de proteger sua família e seus amigos mais queridos.

Não posso condenar a decisão, mas posso lamentar. Afinal, nos quadrinhos, houve uma fase em que Oliver revelou sua identidade, no que trouxe algumas das sagas mais memoráveis entre as mais recentes do personagem. Pelo visto, na série, isso vai demorar para ocorrer, ou nunca ocorrerá, de verdade.

Mas, voltando ao episódio, vimos como os roteiristas ainda continuam com alguma “obviedade” em sua escrita. Utilizar mais uma pessoa para vestir a roupa de Arqueiro e inocentar Oliver não é lá algo muito criativo. Desta vez, porém, a situação foi bem diferenciada, já que usaram Tommy Merlim, por mais que ele era, na verdade, Christopher Chance, o Alvo Humano, com o disfarce do amigo falecido do protagonista.

A saída soou preguiçosa, mas foi trabalhada de maneira correta. Por mais que ela apague a chance de ver Merlim novamente no seriado, ao menos deu uma nova dinâmica para a figura do Arqueiro dentro de Star City. É interessante pensar como a série pode tratar disso daqui em diante e nas implicações que teremos. Agora toda a nação sabe que Tommy Merlim é o Arqueiro Verde. Como isso vai influenciar em outras temporadas? Antigos inimigos da Família Merlim virão atrás do personagem? Há uma possibilidade.

E, bem, por falar em possibilidade, o restante do capítulo deu a largada para o final de temporada. Faltando apenas dois episódios para terminar o sexto ano, Arrow colocou suas peças no tabuleiro para a partida final do xadrez. Vimos que Laurel Lance, a Sereia Negra, resolveu assumir os riscos de confrontar Ricardo Diaz e decidiu entrar em conflito direto com o mafioso. Infelizmente, isso resultou em ter a personagem como possível refém para o final de tudo, o que é uma situação bem clichê e lamentável.

Lamentável também deve ser a obviedade da saída do ator Paul Blackthorne, Quentin Lance, que já confirmou que não volta para o sétimo ano da saga. O mais provável é que ele se sacrifique para salvar sua “filha”, o que segue a cartilha do óbvio. Sobre isso, contudo, só saberemos nos próximos episódios.

Como também citei em análise anterior, após se afastar de Oliver Queen, Arrow volta a dar os holofotes para seu protagonista. Foi um bom episódio, cheio de tensão e com alguns momentos inesperados. A agonia de saber que toda a cidade está contra a “Equipe Arrow” e a favor de Ricardo Diaz é de se perder a paz e traz uma certa agonia para quem acompanha o seriado – de maneira positiva.

Aguardemos para ver o que Arrow nos reserva, em seus dois episódios restantes, até a grande virada.

Veja ainda nossa galeria de Arrow, com imagens do último episódio:

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha