Capa da Publicação

Supernatural: 13×03 – Você será quem escolher ser!

Por Bia Oninawa

Esse foi mais um episódio sobre Jack, o caso da semana passou como um pano de fundo bacana, apenas para aliviar a tensão de Sam sobre ter que ficar trancado em casa com um garoto que ele claramente odeia. Com certeza a grande treta da temporada é – e provavelmente ainda será por mais alguns episódios – a relação de Sam e Dean sobre como lidar com o problema de ter Jack por perto.

O menino continua bem isso, um menino. Até porque ele só tem alguns dias de vida e já tem que lidar com tantos conflitos grandes como ser bom ou mau, machucar ou não as pessoas, ele nunca teve a chance de ser apenas uma criança e aprender sobre o mundo de um jeito gradual e lento como qualquer ser humano normal. Que por acaso ele só é metade, então… Mas ele está se desenvolvendo bem, apesar de ter um pensamentos sombrios e uns questionamentos pesados, ele é um bom personagem, bem montado até agora. Porque mesmo ele andando e falando com fluência, nós frequentemente lembramos que ele só tem alguns dias de vida e –apesar de bizarro– isso não parece forçado. A inocência dele poderia ser cômica, mas o personagem todo é muito denso. Não tem muito divertimento quando ele está em cena, de verdade.

Mas enfim, o conflito dele é compreensivo, e ele age como um animal assustado, o que faz parecer que as escolhas de Dean sobre o menino sejam cada vez mais estúpidas, já que ele está sempre indo para cima dele como um trator desenfreado. E o clima de tensão se formando em volta desse núcleo está tão palpável e próximo de estourar que, particularmente, assisto recuada na cadeira para quando a coisa toda explodir não respingar em mim, porque parece que vai ser épico.

Talvez uma abordagem mais suave seja só o que o Jack precise, e a que Sam tentou, quando ele estava encurralado em um canto do quarto – com uma ótima analogia dele sentado no escuro questionando sua maldade, e Sam o puxa para luz -, talvez seja a melhor escolha, se as palavras de Dean no final do episódio não tiver estragado todo o esforço de Sam em se aproximar do garoto, que promete ser a criatura mais forte do seriado.

Quanto ao caso da semana, uma personagem laaaaaaaaaaaaaaaaaaá da primeira temporada foi trazida de volta apenas para ser morta – coitada – mas arrisco dizer que seja apenas para colocar mais uma personagem a disposição do spinoff da Jody, que está para estrear, se for assim, a xerife terá uma bela formação de mulheres poderosas no seu elenco. Mas pelo que parece foi apenas uma oportunidade que foi deixada aberta para caso queiram reutilizada a personagem, neta da médium que foi morta, mais para frente.

E a cena final do Castiel….EU TE DISSE! Todo mundo já imaginava que o anjinho iria voltar, não é mesmo!? Ele é da família, e a família nunca morre! Só estava curiosa para saber como, mas já imaginava que ele voltaria, e que provavelmente seria através do Jack. Será que agora ele vai se juntar ao anjo e se afastar dos Winchester? Não tenho muita certeza se Cas é a melhor pessoa para ensinar Jack sobre o mundo já que nem ele aprendeu muito a respeito, mas quem sabe?

O que você achou desse episódio? E o que espera dos próximos!? Não deixe de comentar e conferir tudo que está saindo de Supernatural bem aqui:

Imagem de perfil
sobre o autor Bia Oninawa

"Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça, mas por que é que isto deveria significar que não é verdadeiro?" - Alvo Dumbledore | Twitter/ Instagram: @casamentonerd