Capa da Publicação

Star Wars: Os Últimos Jedi – Designer revela detalhes sobre cena importante do filme!

Por Gus Fiaux

Apesar da gigantesca polêmica que tem causado no mundo todo, Star Wars: Os Últimos Jedi continua mantendo o alto nível da franquia, e nos oferece ação recheada de efeitos visuais de alta qualidade. Contudo, algumas cenas foram planejadas para serem ainda mais realistas e menos carregadas de computação gráfica.

Em uma entrevista ao Inverse, o designer de produção Rick Heinrichs confirmou que todas as sequências situadas na grande e suntuosa sala do trono do Supremo Líder Snoke foram feitas, em sua maior parte, através de efeitos práticos.

“Eu sei que o público quase nunca consegue diferenciar um efeito de computação gráfica para um efeito criado com elementos do set, ao menos não nos filmes atuais. E essa é uma situação bem aceitável, já que você nunca quer que eles percebam as extensões do set ou nada do tipo, nada que os tire da história e os faça se perguntarem como isso foi feito. Mas há um set particular no qual, tudo que você vê na tela é basicamente o que construímos de verdade. No topo do set [da sala do trono], tivemos um aparato bem complexo de iluminação e cabos. Havíamos camadas de equipamentos de iluminação, que precisavam ser abaixados até o chão para serem ajustados, e um aparato separado para cabos e equipamentos de dublês. Por exemplo, a cena na qual Rey é arremessada no ar foi toda feita com cabos.”

Além disso, Heinrichs confirmou a inspiração por trás da sala de Snoke. Segundo ele, a base para o visual é uma arte conceitual da trilogia original, que inicialmente seria usada para criar uma sala do trono para Darth Vader. O local tinha uma aparência medieval, com muita lava e um aspecto mais rústico. Como a sequência acabou sendo descartada, ela foi reaproveitada aqui, e em vez do fogo, o diretor Rian Johnson preferiu dar destaque ao fundo vermelho.

Aliás, segundo Heinrichs, o vermelho tem um aspecto predominante no filme por questões narrativas:

“Você tem uma dicotomia essencial na disputa entre bem e mal. Eu acho que o que Rian fez foi permitir uma camada adicional de cinza entre todo esse vermelho. E o uso da cor aqui, há um precedente nos filmes de Star Wars, mas é feita de forma muito moderada. Aqui, tentamos usar moderadamente também, mas queríamos trazer um propósito maior dentro da história. Há um aspecto narrativo com isso. A cor ajuda a contar a história.”

Abaixo, confira mais imagens e artes do filme:

Star Wars: Os Últimos Jedi está em exibição nos cinemas!

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux