Capa da Publicação

Mulher-Maravilha – Gal Gadot diz o que torna a heroína um ícone feminista!

Por Márcio Jangarélli

Diana Prince é um ícone sem igual nos quadrinhos, quando é a maior heroína já criada. Para carregar esse manto, a escolhida foi Gal Gadot, que fez sua elogiada estreia em Batman vs Superman. Agora, em uma nova entrevista, a atriz tirou um tempinho para explicar a importância da Mulher-Maravilha como um símbolo feminista.

Falando com a ComicBook, Gadot foi questionada sobre o motivo da Mulher-Maravilha ser esse ícone no feminismo. “Ela não vê nenhuma diferença de gênero, isso não é nem mesmo um problema para ela. Ela vem de um ponto onde homens e mulheres são iguais e ser um homem ou ser uma mulher não é algo significante”, explicou a atriz.

A atriz usou como exemplo sua filha, para explicar o quão importante a exposição da Mulher-Maravilha é. “Eu estava colocando ela na cama. Estava lendo para ela uma história sobre a princesa Ariel, a sereia… e então ela estava falando sobre o príncipe. Ela o chamava de príncipe e dizia, ‘Sim, o príncipe, eles normalmente são muito fortes”. Porém, sobre as princesas, a garota disse que elas são fracas, mas deveriam ser fortes também.

Eu me sinto muito orgulhosa de que esse filme finalmente está sendo feito porque… Todos vocês, caras, todos os homens, todos os meninos, sempre tiveram uma figura para se inspirar, seja o Superman, o Batman, o Homem-Aranha, ou qualquer outro; sempre tem heróis para servir de exemplo. Com as garotas, são sempre as princesas. Nós estamos sendo salvas, nós estamos sendo passivas e, então, temos a Mulher-Maravilha. Ela é forte, ela é proativa, ela acredita em si mesma, ela acredita não importa o que esteja acontecendo e esse é um momento verdadeiro para mim”, finalizou a Gadot.

Confira nossa galeria com as últimas imagens liberadas de Mulher-Maravilha:

Mulher-Maravilha está em cartaz nos cinemas.

Fonte: ComicBook

Imagem de perfil
Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.