Capa da Publicação

Dragon Ball Super: Ep. 105 – Um capítulo bem Dragon Ball para o Mestre Kame!

Por Márcio Jangarélli

Uma das coisas mais legais que Dragon Ball Super tem feito na construção do Torneio de Poder são as retomadas para as histórias da série original de Dragon Ball, no caso do Kuririn, do Tien e do Mestre Kame. Quando o vídeo promocional do 105 foi exibido, parecia que seria um filler chato, feito apenas para tirar o Roshi da competição e seguir o jogo. Não poderíamos estar mais enganados.

Claro, esse lance do “velho tarado” que os animes trazem é bem cansativo e desnecessário, tanto pela parte do Kame, quanto para o Velho Kaioshin. Mas é bacana ver que, pelo menos no caso do Roshi, a série está tentando minimizar a coisa e só um mínimo do episódio foi ao redor disso.

Aqui, tivemos um tratamento para o Kame que não víamos desde o anime clássico de Dragon Ball – sem exagero. Ele lutou sério e mostrou o porquê de estar na competição: ele não está ali por força, mas por experiência e estratégia. Alguns inimigos naquela arena não podem ser derrotados apenas com Kamehamehas e transformações, como o próprio disse. Nisso, temos um estilo de combate que a série não exibia há tempos.

O Kame usa tanto seus dons com magia, como o Mufaba e a hipnose – para quem não lembra, ele derrotou o Goku com esse ataque uma vez, lá atrás, durante o 21º Tenkaichi Budokai, como Jackie Chun – quanto suas técnicas de batalha, para eliminar 3 oponentes do Universo 4 sozinho, incluindo o Ganos, que parecia ser o “garoto propaganda” dessa dimensão. Para quem ama Dragon Ball, esse foi um episódio de ouro.

Alguns momentos que valem ser pontuados: galera, as regras do Torneio são meras formalidades. Vale mesmo o que os Zen-Oh’s quiserem. Se alguém usar uma Senzu e eles acharem divertido, as Senzu vão valer. é assim que funciona. Quer questionar? Olha bem pra cara dos Reis do Multiverso e reclama. Também, outra coisa legal foi a briga entre gato e rato do Beerus com o Quitela.

Por fim, muita gente queria que o Kame tivesse sido eliminado ou morresse mesmo no fim do episódio. Aquele foi um momento incrível, mostrando que o Goku se importa com alguma coisa além de batalhas no fim das contas. Poderia ter morrido? Sim. Permaneceria morto? Não.

O Universo 7 está sim com muita gente em campo ainda, mas existem rumores que isso é intencional. Alguns boatos estão dizendo que quando os Guerreiros do 7 forem cair, eles vão embora em peso e isso será importante para a motivação dos que restarem.

E aí, o que achou do episódio? Não esqueça de comentar!

Confira nossa galeria com imagens de Dragon Ball Super:

Você pode assistir os novos episódios de Dragon Ball Super todos os sábados, pela Crunchyroll. Não perca nossa review semanal todas as segundas, aqui na LH!

Imagem de perfil
Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.