Capa da Publicação

Bright – Primeira críticas do filme da Netflix são preocupantes!

Por Mike Sant'Anna

Bright é a mais nova aposta da Netflix, trazendo um filme com Will Smith em uma premissa muito boa, um mundo fantástico como o de Senhor dos Anéis, em uma história policial como Bad Boys. Mas aparentemente a crítica não está gostando tanto assim do filme.

Abaixo você vai poder conferir algumas opiniões que os críticos lançaram sobre o filme no Rotten Tomatoes:

Todd Gilchrist – The Wrap:

Bright pega um monte de trecos de Senhor dos Anéis, bate em um liquidificador e o derrama liberalmente sobre o mesmo plano de “corrupção policial chega a uma encruzilhada moral” que Ayer vem copiando desde o Dia do Treinamento.

David Ehrlich – IndieWire

Potencialmente um anunciador sombrio das coisas por vir, Bright não é apenas o pior filme de 2017, que poderia ser responsável por muitos dos piores filmes de 2018 e além.

Peter Debruge – Variety

Este filme ambicioso, mas surpreendentemente bem executado da Netflix, se beneficia diretamente da maneira como a suja e urbana sensibilidade de Ayer encontra o dom de Landis para criar uma elaborada mitologia de quadrinhos.

Bryan Bishop – The Verge

Bright é uma série de vinhetas de ação desconectadas que funcionam como sequências autônomas, mas não se encaixam em nenhum tipo de maneira significativa.

Vinnie Mancuso – Collider

No final, provavelmente é uma benção para a Bright que acabou parando no Netflix, onde pode ficar numa lista enquanto o público quiser. É o oposto do imperdível.

O filme estreia amanhã, dia 22 de Dezembro, será que é realmente essa bomba?

Aproveite e confira nossa lista com as 10 Melhores séries originais da Netflix até agora:

 

Imagem de perfil
sobre o autor Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.