Capa da Publicação

Roteirista diz ser possível fazer um filme no qual o Superman não fala!

Por Márcio Jangarélli

O post tornou-se um viral e trouxe consigo muito descontentamento com o filme, com a abordagem do Superman e como a falta de falas e o trabalho com o herói no longa podem sugerir que o diretor, Zack Snyder, particularmente não gosta do personagem.

Em meio a isso, o roteirista e artista de longa data do Homem de Aço, Dan Jurgens, responsável pela saga “A Morte do Superman”, que também escreveu a série “Superman: Lois e Clark“, não acha que a falta de falas é tão grave assim e utilizou seu twitter para expressar sua opinião sobre o assunto:

Eu acho que é possível fazer um grande filme do Superman em que ele não diz uma única palavra. Silêncio é a chave. Inspiração quieta, forte”, postou Jurgens.

Vários fãs responderam à esse comentário sugerindo que nas animações clássicas do Fleischer – curtas, não os longas, mas ainda assim colocados entre os melhores filmes do Superman já feitos – o Homem de Aço raramente fala enquanto está vestindo sua capa super-heróica e, geralmente, só abria a boca quando Clark Kent.

O Superman tem sido trabalhado de várias formas durante os anos, mas ele nunca foi do tipo de herói falante ou sarcástico como o Deadpool, Homem-Aranha e o Homem de Ferro pós-filmes, mas ele não é tão mudo quanto o Batman também. Ainda, um dos comentários dos fãs colocou que em uma edição recente da Liga da Justiça, o Flash caracterizou o Superman por não falar muito.

Sobre histórias totalmente silenciosas, os quadrinhos não são estranhos nesses campos. Depois dos ataques do 11 de setembro, a Marvel fez um “Momento de Silêncio” durante um mês, e uma das histórias mais famosas dos G.I. Joe é em uma “edição silenciosa”.

No caso do Superman, a grandiosa história de Alex Ross, Superman: Peace on Earth – de onde várias das conquistas do Superman mostradas em Batman vs Superman foram baseadas – foi feita praticamente sem diálogos, ainda que o Homem de Aço faça uma narração em primeira pessoa para a história e houve algumas ocasiões onde ele relata ao leitor que trocou algumas palavras com as pessoas que estava salvando.

Jurgens mesmo escreveu uma sequência memorável e silenciosa do Filho de Kripton, onde o Superman ajuda no parto de seu filho, Jonhathan Kent, durante o evento Convergência.

Confira as últimas imagens divulgadas sobre Batman vs Superman:

Batman vs Superman: A Origem da Justiça está em cartaz nos cinemas.

Fonte: ComicBook

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.