Capa da Publicação

Presidente da Marvel fala sobre problemas com os vilões do estúdio!

Por Gus Fiaux

Se pararmos para analisar os filmes da Marvel Studios lançados até então, podemos perceber uma tendência entre os heróis e os vilões. Em Homem de Ferro, Tony Stark confronta o Monge de Ferro, que é uma versão maior e maligna do herói. O vilão de O Incrível Hulk é o Abominável, que é basicamente um Hulk do mal. Anos depois, Homem-Formiga traria o Jaqueta Amarela, dentre outros personagens similares.

Nos quadrinhos, isso é uma forma de mostrar como o herói e o vilão possuem coisas em comum, e poderiam estar em lados completamente diferentes. Porém, nos filmes a temática se tornou repetitiva, deixando os vilões fracos e pouco interessantes.

Kevin Feige reconhece esse problema, e diz o que os fãs devem esperar: “Claramente chegaremos a isso – combates que não tenham dois doppelgangers – Você quer conhecer personagens que habitem o mesmo mundo quando os apresentamos e apresentemos uma nova mitologia, por falta de um termo melhor. Você quer explorar isso o mais profundamente o possível“.

Contudo, ele já revelou que Kaecilius, interpretado por Mads Mikkelsen em Doutor Estranho, acabará servindo ao mesmo propósito, porém de uma maneira positiva: “Kaecilius não conhece Strange de um buraco na parede. Ele precede ele. Mas quando você ensina ao público sobre feiticeiros e sua realidade, e vai falar de seu passado ou história, é melhor ligar o vilão a isso, em vez de ligar às dimensões paralelas e feitiçaria, e dizer que ‘um meteoro caiu do outro lado do planeta, em baixo do mar, e essa coisa maligna saiu‘. O que isso tem a ver com magia? Nada. E não é assim que desenvolvemos esses personagens“.

Entretanto, Feige disse que os personagens eventualmente encontrarão ameaças diferentes: “Não é preciso dizer que, conforme se encontram em outros filmes, esses personagens acabarão lidando com ameaças das quais eles desconhecem ou não conseguem compará-las a algo.

Doutor Estranho estreia em 3 de novembro.

Fonte: Heroic Hollywood

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux