Capa da Publicação

Ghost In The Shell – Escolha de Scarlett Johansson para a adaptação gera polêmica!

Por Márcio Jangarélli

Discussões sobre esse tópico citam tanto Ghost In The Shell quanto o papel do Ancião, interpretado por Tilda Swinton, em Doutor Estranho, levantando o tópico da prática do “embranquecimento” dos personagens e o estado dos atores e atrizes asiáticos no show business.

Um artigo da ScreenCrush cita uma fonte anônima próxima da produção, que afirma que o CGI utilizado no filme iria alterar características de Johansson na pós-produção, em uma espécie de “mudança de etnia”, para deixa-la com traços asiáticos. A Paramount negou o relato e afirmou que a técnica foi testada apenas em figurantes, mas não foi utilizada.

As reações mistas à produção não passaram batido pelos parceiros Japoneses das empresas ou os fãs.

Sam Yoshiba, um dos diretores da Kodansha International, a editora responsável pelo mangá de Ghost In The Shell, comentou sobre a controvérsia, dando apoio à Johansson.

Olhando para toda sua carreira, eu acho que Scarlett Johansson foi muito bem escalada”, disse Yoshiba. “Ela tem esse sentimento cyberpunk. E, em primeiro lugar, nós nunca imaginamos que seria uma atriz japonesa”. Ele ainda disse que a adaptação está oferecendo uma oportunidade para uma propriedade Japonesa ser vista pelo mundo. Yoshiba, recentemente, retornou dos sets do filme, na Nova Zelândia, e disse que estava impressionado pelo respeito que a produção mostrou pelo material fonte.

Fãs japoneses de mangá também comentaram que, se os espectadores queriam um elenco japonês, o filme deveria ser feito no Japão. Outros fãs ainda disseram o quanto seria muito mais ofensivo se escalassem uma atriz asiática não-Japonesa para o papel, no lugar de Johansson.

Confira as últimas imagens divulgadas sobre Ghost In The Shell:

Ghost In The Shell tem previsão de estreia para 2017.

Fonte: AnimeNewsNetwork

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.