Capa da Publicação

Deadpool – Produção pagou dez mil dólares para usar imagem de atriz no filme!

Por Márcio Jangarélli

Porém, os 10 mil não foram para o patrimônio de Arthur (a atriz faleceu em 2009); todo o dinheiro foi destinado para a caridade por seus filhos. Deadpool passou dos 360 milhões nas bilheterias americanas e dos 400 milhões internacionalmente, então o preço foi uma pechincha, certo?

A história por trás da imagem de Bea no filme foi explicada em entrevista para a Hollywood Reporter, onde o filho da atriz contou como tudo aconteceu. Quando a pré-produção do filme começou, foi Reynolds quem foi até Daniel Saks, um dos filhos de Arthur, para conseguir a permissão para utilizar a imagem da atriz. Saks, que é um designer de sets de gravação para TV, contou que estava em uma de suas produções quando Ryan foi até ele e ficou muito animado com a ideia.

Mas onde a atriz apareceu? Na camiseta que Wade utiliza quando sai com Vanessa pela primeira vez. O amor de Deadpool por Bea Arthur é de longa data, com demonstrações desde pichar o nome da atriz em navios até discuti-lo com a TV. Fabian Nicieza, um dos grandes responsáveis pelo Mercenário Tagarela, falou sobre a adoração do anti-herói por Arthur.

Quando eu comecei escrever a série Cable & Deadpool, em 2004, foi a primeira vez que eu trabalhei com o Deadpool em 10 anos, então eu queria recapturar sua voz imediatamente, assim como sua solidão”, explicou o autor para a THR. “Então, a abertura de Cable & Deadpool #1 é Wade, sentado sozinho em seu apartamento, assistindo TV por vários dias seguidos. Durante um dos programas, o apresentador está para nomear ‘A Mulher mais Sexy do Mundo’, e ele grita, ‘Bea Arthur!’. Na verdade, era Halle Berry, e isso deixa Wade extremamente irritado”.

Para quem não conhece, Bea Arthur foi uma grande atriz americana, conhecida por seus papéis na comédia, principalmente pelo sitcom “The Golden Girls”, de 1985.

bea-arthur-pictures

Confira nossa galeria com as últimas imagens divulgadas sobre Deadpool:

Fonte: ComicBook

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.