Capa da Publicação

Supergirl – Produtor fala sobre Superman, teorias dos fãs e a heroína da série!

Por Gus Fiaux

Quando perguntado sobre o papel do Superman na série, e se eles precisaram de uma “permissão superior” para lidar com um personagem tão icônico na série de TV, Kresiberg respondeu que uma série da Supergirl precisa do Superman, contudo, o interessante é perceber que ela não é apenas uma sombra dele, e sim uma heroína própria que consegue realizar suas próprias ações, e que por conta disso, não há problema em resumir as aparições do Superman a eventos pontuais.

Sobre a inspiração por trás da série, Kreisberg admitiu que, assim como Arrow e FlashSupergirl não é uma adaptação completa de nenhum arco específico, mas toma como base várias partes de séries importantes da personagem nos quadrinhos. Além disso, há uma inspiração latente vinda do filme de Helen Slater, que assim como John Wesley Shipp e Mark Hamill em Flash, está ali para homenagear o passado – no seu caso, o filme -, que foi importante na história da Supergirl fora dos quadrinhos. Ele também falou que a série não tem planos de fazer algo como Peter David fez com a Supergirl Matrix.

Depois, o entrevistador Comic Book o perguntou a respeito das teorias de fãs que indicavam que Hank Henshaw era, na verdade, o Caçador de Marte. Após comparar essa teoria à do Dr. Harrison Wells ser o Barry Allen do futuro na primeira temporada de The Flash, Kreisberg disse que acha muito interessantes as especulações vindas dos fãs, e que parte da diversão da série reside nesse fator de adivinhar surpresas do futuro.

Logo em seguida, Kreisberg afirmou que tem acesso livre à todas as HQs da DC Comics e citou seus quadrinhos favoritos da atualidade: Arkham Manor e a fase de Geoff Johns e John Romita Jr. no Superman. Contudo, o produtor revelou que os roteiristas e showrunners não se prendem aos quadrinhos, e isso é feito com aval da DC Comics, de modo que todas as mudanças realizadas nas adaptações tem passe livre.

Mas, graças ao sucesso de The Flash, ele admitiu que os produtores realmente abraçaram o material original, e por conta disso inseriram mais personagens provenientes dos quadrinhos, como Hellgrammite e Reactron. Para finalizar, sobre a decisão de revelar logo de cara quem é a grande vilã de Supergirl, Kreibserg disse que eles estão tentando variar e não fazer tudo muito igual, de modo que nem toda temporada das séries da DC tenha o modelo de vilão misterioso – vide as duas temporadas de The Flash e as três primeiras de Arrow.

Supergirl vai ao ar nas segundas-feiras, no CBS.

Fonte: Comic Book

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux