Capa da Publicação

Mulher-Maravilha – Roteirista fala das diferenças entre Marvel e DC!

Por Leo Gravena

“Isso é o que diria. Quando você trabalha para a DC, é como se estivesse trabalhando para a CIA. Você tem que fazer um voto de silêncio.  Eu acho que, enquanto estamos conversando, o Zack Snyder vai vir aqui e colocar uma mordaça em mim,” disse o ator e roteirista ao Collider. “O problema com essas coisas é que você não pode falar muito sobre elas. Então, estou animado sobre tudo o que acontece nesse universo. E certamente eu li todos os rumores que você leu sobre meu envolvimento e o que pode ser, mas posso falar sobre isso apenas como um fã. Posso lhe dizer, sou alguém que desde criança sou um grande fã da DC Comics. Um grande fã da Liga da Justiça com o Batman, Superman e Mulher-Maravilha, assim como os outros personagens. Então, estou muito, muito feliz que o Universo Cinemático da DC está finalmente começando. Acho que não é um segredo para quem viu o trailer de Batman vs Superman, o trailer de Esquadrão Suicida, que esse é um universo cinemático muito diferente do que a Marvel construiu na Disney, ou o que Simon Kinberg e companhia construíram com os X-Men na Fox. É um local muito específico, grande, mais sombrio e arenoso. Como fã desses quadrinhos, como fã desses filmes, estou animado para ver aonde levarão isso a seguir”.

É interessante notar que Fuchs não confirma estar trabalhando no filme da Mulher-Maravilha, mas oferece em primeira mão a experiência de como é trabalhar para a DC e Warner, sabendo exatamente o que acontece ali. Além disso, parece que a única coisa que a DC permitiu que os escritores e atores falassem sobre é como o seu universo é mais sombrio, realista e violento.

Ansioso para o filme da Mulher-Maravilha? O filme estreia em 23 de junho de 2017! Mas antes, Gal Gadot aparecerá como a personagem em Batman vs Superman: A Origem da Justiça!

Erro: Galeria/Lista não encontrada ou não publicada

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."