Capa da Publicação

Guerra Civil – Diretores falam sobre os impactos do Comitê-Criativo da Marvel no filme!

Por Felipe de Lima

“Para os espectadores, eu não sei se eles vão ver a diferença na qualidade dos filmes,” disse Joe Russo. “Isso é certo, porque Kevin Feige ainda é o cérebro por trás da Marvel, e isso não mudou. Eu só acho que, do ponto de vista político, as manobras dentro do estúdio se tornaram mais simplificadas. Se isso torna melhor o a narrativa criativa das histórias? Sim, sem dúvidas, porque é mais fácil para nós nos sentarmos com Kevin e discutir a narrativa das histórias, chegar a decisões criativas, e faze-las acontecer muito mais rápido.” Joe também disse que é necessário ver “a resposta das pessoas a Capitão América: Guerra Civil” para saber se essa eficiência vai melhorar a qualidade.

Existem rumores de que o Comitê Criativo da Marvel restringia a visão dos diretores, e que esse foi o principal motivo que fez Edgar Wright abandonar o filme do Homem-Formiga. “Falando da nossa experiência em Capitão América: O Soldado Invernal, nós não tivemos muita interação com o comitê.” Admitiu Anthony Russo. “Talvez outros diretores tiveram uma experiência diferente”.

Joe Russo disse que trabalhar com Kevin Feige e a Marvel Studios “é uma experiência muito simples. Para nós, trabalhar com a Marvel tem sido tão fácil quanto qualquer experiência de trabalho que já tivemos em nossas carreiras. Eles são um grupo de pessoas muito eficientes e brilhantes, extremamente criativos, e eles sonhecem seu material.” Os diretores acrescentaram que “a narrativa é muito forte” e que estão muito felizes com Capitão América: Guerra Civil.

Guerra Civil estreia em 28 de abril de 2016!

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe de Lima

Pelo poder da verdade, eu, enquanto vivo, conquistei o universo. Me segue no twitter @tearsgodown