Capa da Publicação

Guerra Civil – Criador fala sobre identidades secretas e lei do registro!

Por Gus Fiaux

Durante uma entrevista ao IGN, na qual ele também falou sobre a Fox adaptar Velho Logan em Wolverine 3, ele falou um pouco a respeito da questão das identidades secretas, dizendo que o público em geral entende errado o tema proposto por ele em Guerra Civil: “O importante é o Ato de Registro dos Super-Humanos. Não tem nada a ver com identidades secretas, curiosamente. As pessoas se prendem às identidades secretas, mas enquanto eu estava escrevendo o roteiro do quadrinho, eu pensava que os super-heróis teriam que revelar suas identidades enquanto eram sugados pelo registro governamental”.

“Então perguntei pra Marvel: ‘Quem tem identidade secreta?’ e eles responderam: ‘Ninguém. Basicamente, temos o Homem-Aranha.’ Até o Demolidor tinha aberto mão de sua identidade secreta, então eu fiz sobre algo diferente, e como o Homem de Ferro sente que qualquer um com um reator nuclear ou qualquer outro super-poder deveria estar trabalhando para o governo,” revelou Millar.

“E é sensato quando você pensa sobre o assunto. Faz muito sentido. Você tem uma licença, se certifica de que esse cara está bem e não possui uma ficha criminal e esse tipo de coisa. E faz sentido pensar que o Capitão América é contra isso porque ele vem de um tempo muito mais simples e acha que super-heróis tem que ser autônomos e não envolvidos em política. Então trata-se de um argumento entre os dois. É a única coisa que importa. É isso que a Guerra Civil é,” concluiu o autor.

Capitão América: Guerra Civil estreia no dia 28 de abril de 2016. Confira abaixo algumas fotos do set:

Erro: Galeria/Lista não encontrada ou não publicada

 

Fonte: Comic Book

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux