Capa da Publicação

Kevin Feige fala sobre a evolução das armaduras em Homem de Ferro 3

Por Gus Fiaux

Enquanto parece que a Marvel conseguiu achar uma maneira bem instigante de revelar as armaduras através de um aplicativo fechado no facebook, o produtor de Homem de Ferro 3 e diretor da Marvel Studios, Kevin Feige, diz como as 42 armaduras terão seu espaço para brilhar no novo capítulo da saga do Vingador Dourado e comenta sobre a evolução das armaduras desde Vingadores a Homem de Ferro 3:

“Tony tem a ideia de um traje que pode ir até ele já no inicio do filme e nós temos o que chamamos de traje preênsil, que permite que cada peça possa voar separadamente e se encaixar-se a ele. Ele não funciona bem perfeitamente, mas é um grande avanço que Tony usa durante o filme, de modo que, em qualquer lugar que ele esteja, pode “chamar” o traje e este pode vir até ele. Nem sempre funciona, e  há uma boa cena no filme, que demos um pequeno gostinho aos fãs presentes na Comic-Con durante o sorteio da arte que Ryan Meinerding tinha feito, onde o traje inteiro não vem a ele, e ele tem apenas uma luva e uma bota e tem que lutar com uma horda de bandidos apenas com essa luva e essa bota”

“É muitas vezes as limitações desses processos que podem ser divertidas – quando o traje quebra, quando não funciona – e nós também, já mencionamos no inicio do filme, que diferente do que muitos pensam, a nova armadura não é a Mark 8 já que a Mark 7 foi a última a ser vista em Vingadores. É a Mark 42, então ha umas 40 armaduras que Tony constrói entre Vingadores e Homem de Ferro 3, por causa de sua obsessão”

“Até o fim do filme, veremos cada uma e você perceberá que Tony é um mecânico e o que ele esteve consertando. Qualquer ideia que ele concebeu sobre seus trajes foi construído e armazenado em seu novo hall.”

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux